terça-feira, 29 de março de 2011

VERSANDO COM A HISTÓRIA

Quem não sabe da história
Não tem o que contar
A história que se vive
É aquela de acolá
Quem sabe do que falo
Versa comigo cá



Ele quis fazer do mundo
Algo novo de se ver
Acreditava na comuna
Seja lá o que venha ser
Morreu por uma causa
E por tiros, é bom dizer!



O mundo se faz de gente
Que é orgulho de se ver
Um é o gênio do silêncio
O outro na paz fez seu viver
O que Chaplin fez sem som
Ghandi fez com saber



A Guerra Mundial
Acabou nesse escrever
Depois da Rosa atômica
O Japão foi só sofrer
Mas saíram das cinzas
E voltaram a crescer



A humanidade acontece
No grão que você vê
O planeta meu amigo
É irrelevante pode crê
E você se acha tanto
Mas tão pouco pode ser



O papa e o monstro
Se encontraram pra se ver
Um, nega o acordo
O outro, não quer dizer
Pra manter sua riqueza
Eles tem que se entender




O Mengo é hexa
O São Paulo também
Eu amo o Tricolor
E pro Mengo digo Amém
Duodecacampeão?
Só eu meu bem



Esse passo fez da gente
Algo nobre de encarar
Mas pisar na lua meu irmão
Não fez ninguém ganhar
Em guerra ainda estamos
E o astronauta quis voltar



Ele faz com as pernas
O Mundo sonhar
A humanidade se redimi
Vendo o moço dançar
Ele é a prova certa
Que Deus sabe bailar

2 comentários:

Rita Albuquerque disse...

Gostei mt, hein cunhado!!
Smp escrevendo bons textos.. Opa! É cordel (esqueço).

Continue a encantar com mais escritos..
Bjo

wozeurey disse...

My cousin recommended this blog and she was totally right keep up the fantastic work!

clomid